Manoela, Sommelier, Natureba!

Seu futuro não era incerto, não havia Legião, nem Urbana, não mais. Geração coca-cola? Não! Manoela era doce, naquele tempo nem sonhava que se tornaria uma das mais referenciadas sommeliers do Brasil. Seus princípios, os da boa alimentação, saudável, vegetal, muito mais vegetal, habitavam. Didier para ela, era um ritmo de samba, melhor; pagode. Dagueneau,Continuar lendo “Manoela, Sommelier, Natureba!”