Adega de Milionário?

Esses dias as redes foram recheadas com um vídeo de uma adega fantástica valendo, por baixo, mais de 2 milhões de euros.  Curiosidades, muitos dizendo ser de brasileiros, dinheiro desviado…Nada disso, segredo revelado: trata-se da adega do restaurante “La Ciau delTornavento”  em Treiso, próximo a Alba – Piemonte, na Itália. O restaurante parece ser espetacularContinuar lendo “Adega de Milionário?”

Prontos para Beber

Em uma noite bem agradável, degustamos no Café Journal, em São Paulo, seis belos vinhos prontos para beber e com preços bem atraentes: Borgo Imperiali Franciacorta DOCG (Itália-Lombardia): puro Chardonnay 100% com passagem em barricas francesas de três diferentes safras.Se pudéssemos o chamaria de “o champagne italiano” e não seria um exagero, visto que muitosContinuar lendo “Prontos para Beber”

Entre feiras e encontros!

Costumeiramente me reservo o compromisso de ir a três eventos no ano, que julgo serem os mais importantes do vinho no Brasil: Guia Descorchados, Expovinis e Vitória Expovinhos. Esse ano já fui a muitos outros, mas também para divulgar o espetáculo que estreamos essa semana (Wine Comedy, com Marcelo di Morais). Tenho ampla simpatia pelosContinuar lendo “Entre feiras e encontros!”

Será que estamos bebendo mais?

Tenho um amigo que recentemente me trouxe a teoria de que com a crise se bebe mais, será? A ideia dele e de outras pessoas também, é de que com eminente necessidade de frear gastos, principalmente os “supérfluos” como viajar, ir a restaurantes, ou até novos investimentos, as pessoas passam a destinar uma parte maiorContinuar lendo “Será que estamos bebendo mais?”

Vinhos Mais Baratos, uma realidade cada vez mais próxima!

Recentemente temos visto cada vez mais a presença de rótulos europeus tão baratos quanto chilenos e argentinos. Eu mesmo nessa coluna já mencionei que era difícil conseguirmos equiparar preços e qualidade quando comparávamos vinhos europeus com os do MERCOSUL. O problema sempre foi a diferença de custos e impostos, mas se isso permanece por queContinuar lendo “Vinhos Mais Baratos, uma realidade cada vez mais próxima!”

Vinhos de autor – Itália /Brasil

Quando conheci os vinhos da vinícola Lídio Carraro fiquei impressionado pela qualidade dos vinhos, ainda mais em se tratando de vinhos nacionais. É bem comum que cite aqui os produtos dessa vinícola e fico muito feliz de ter em meu histórico que foram os vinhos servidos no lançamento do meu livro “Descomplicando o Vinho”. FicoContinuar lendo “Vinhos de autor – Itália /Brasil”

Verão, Praia e Piscina!

Nesse inicio de ano já percebemos que teremos um verão daqueles! Muito sol, altas temperaturas e uma vontade frequente de se refrescar. Particularmente, há alguns anos, defendo que melhor que cerveja é mesmo ter vinhos como companhia do verão, também. A razão é simples, a cerveja, talvez por bebermos em uma quantidade maior, em poucoContinuar lendo “Verão, Praia e Piscina!”

Como é Difícil Escolher um Nome…

Quando um casal recebe a noticia que um filho está a caminho, normalmente é aquela euforia, se for o primeiro, reações das mais diversas…o tempo passa, descobre-se o caminho do gerar, do cultivar, um desejo de se conhecer o fruto desse semente. Com o tempo também se vive uma angustia: que nome terá? As pessoasContinuar lendo “Como é Difícil Escolher um Nome…”

Feira de Vinhos Autóctonos – Itália

Uma feira que só é possível em países da grandeza como a da própria Itália, ou França, Espanha e Portugal. São dois dias com cerca de 60 expositores mostrando vinhos feitos com uvas que tem sua origem no território italiano. Concomitantemente à “Autochtona 2012” acontece o 9º Fórum de vinhos nativos, em uma iniciativa da indústria hoteleira. A feira aconteceContinuar lendo “Feira de Vinhos Autóctonos – Itália”

A Boca Brasileira

Semana passada tive a oportunidade de participar de alguns dos importantes encontros que se sucederam. Ainda no programa tecemos alguns comentários sobre a grande oferta de degustações, almoços e jantares em prol do vinho. Estive em dois, um sobre vinhos franceses, especificamente Champagne, Bordeaux e um eletrizante Sancerre, que há muito não degustava com tanta elegância,Continuar lendo “A Boca Brasileira”