⭐Encontro com Estrelas⭐

Recentemente fui convidado para assessorar a estrela global Fernanda Souza na abertura do champagne utilizando o Sabre (*). Curiosamente testamos com um espumante mais simples e não funcionou dada a qualidade da garrafa (sua linha de corte era muito fina), mas na garrafa do programa (Vai Fernandinha) funcionou muito bem. Saindo de lá vi queContinuar lendo “⭐Encontro com Estrelas⭐”

Prontos para Beber

Em uma noite bem agradável, degustamos no Café Journal, em São Paulo, seis belos vinhos prontos para beber e com preços bem atraentes: Borgo Imperiali Franciacorta DOCG (Itália-Lombardia): puro Chardonnay 100% com passagem em barricas francesas de três diferentes safras.Se pudéssemos o chamaria de “o champagne italiano” e não seria um exagero, visto que muitosContinuar lendo “Prontos para Beber”

É Primavera, te Vinho!

Quase um mês atras nos despedimos desse inverno. Durante anos esse foi um dos invernos mais intensos que tivemos. Como tudo nesse vida, há sempre o lado bom, pudemos provar muitos tintos comendo pratos mais condimentados, deixamos um pouco a leveza de lado e demos lugar aos mais encorpados, porém como todo ciclo esse seContinuar lendo “É Primavera, te Vinho!”

Cores e cores: tinto, branco, rosé, ou azul e laranja?

Cores imagens, cores…as cores e mais amores, são trechos da música de Marisa Monte “Perdão Você”, e em outro trecho ela canta:  “Sei que a tendência; Anda nas frestas; No decidir da mente”. Quando falamos classicamente do vinho, dizemos que podem ser tintos, brancos e rosados, tranquilos, espumantes ou doces, no entanto, se é tendência,Continuar lendo “Cores e cores: tinto, branco, rosé, ou azul e laranja?”

Inovações, Invenções ou Exageros?

Sei que vivemos um tempo complicado e é preciso muita energia e criatividade para vencer as barreiras impostas pela tal crise que assola nosso país, mas é preciso admitir que muitas vezes as inovações, viram invenções e excesso. Particularmente acredito que o vinho nasce pronto, ele apenas evolui se esse for o destino dele, seContinuar lendo “Inovações, Invenções ou Exageros?”

Champagne ainda é possível?

Há cerca de 4 anos escrevia sobre o champagne e sua vocação natural para o brinde. A origem: “O sucesso e associação às festas se deu quase um século após sua “descoberta” quando a nobreza francesa, principalmente Luis XV, introduziu o espumante de Champagne. Outras cortes como a da Rússia passaram a encomendar esses líquidosContinuar lendo “Champagne ainda é possível?”

Alternativas que driblam (muito) bem a Crise

Esses dias discutíamos como os apaixonados por vinhos tem se comportado frente à crise e recente disparada da alta do dólar. Apesar dos anúncios governamentais estamos diante de um período econômico complicado, mas mesmo assim aqueles que se habituaram ao vinho à mesa ainda não abrem mão de sua taça, no entanto percebemos que oContinuar lendo “Alternativas que driblam (muito) bem a Crise”

Vinhos Mais Baratos, uma realidade cada vez mais próxima!

Recentemente temos visto cada vez mais a presença de rótulos europeus tão baratos quanto chilenos e argentinos. Eu mesmo nessa coluna já mencionei que era difícil conseguirmos equiparar preços e qualidade quando comparávamos vinhos europeus com os do MERCOSUL. O problema sempre foi a diferença de custos e impostos, mas se isso permanece por queContinuar lendo “Vinhos Mais Baratos, uma realidade cada vez mais próxima!”

Verão, Praia e Piscina!

Nesse inicio de ano já percebemos que teremos um verão daqueles! Muito sol, altas temperaturas e uma vontade frequente de se refrescar. Particularmente, há alguns anos, defendo que melhor que cerveja é mesmo ter vinhos como companhia do verão, também. A razão é simples, a cerveja, talvez por bebermos em uma quantidade maior, em poucoContinuar lendo “Verão, Praia e Piscina!”

A Primeira Dama do Vinho – Baronesa Philippine de Rothschild

“Produzir vinho é relativamente simples, só os primeiros duzentos anos são difíceis.”  A frase histórica da Baronesa Philippine de Rothschild, dona do Chateau Mouton Rothschild, Château Clerc Milon e Chateau d’Armailhac em Pauillac e de todas as propriedades Baron de Rothschild marca a personalidade dessa parisiense nascida em 1933. A filha do Baron Philip deContinuar lendo “A Primeira Dama do Vinho – Baronesa Philippine de Rothschild”