AMOR e amor

 

Que o mundo anda complicado, a gente sabe disso faz tempo…
O que parece que temos esquecido é por que estamos aqui?
(assista ao texto lido por Alexandre Santucci no Youtube)
No começo de tudo éramos apenas espíritos, nos reconhecíamos, sabíamos que estávamos felizes, ou tristes, apenas pela cor que nos apresentávamos, não precisávamos falar, simplesmente nos ouvíamos, escutávamos de coração para coração.

Por alguma razão se queria mais, talvez seja um jeito humano de viver, querer mais, e é bom!
Assim se queria sentir, se queria tocar, se quis materializar e foi feito, depois de muita insistência o universo permitiu, mas dividiu cada espírito em dois como almas gêmeas…
Ganhamos a possibilidade de pensar, de ser o que quiséssemos, o tal  livre arbítrio.!

Como tudo nessa vida, escolhas excluem alternativas, ganhamos corpo, mas perdemos sensibilidade. Podíamos tocar, mas perdemos a sensação do olhar, de ver dentro. Percebeu-se que não se acessavam mais, não falavam mais sem falar, não se sentia intimamente mais….
Nasceu a mentira, podíamos falar o que quiséssemos e saber que o outro não saberia (ao menos naquele momento) e assim caminhamos, muitos chamam esse momento de queda, eu diria que esse é principio da evolução humana, ou da re-evolução.

Muito se passou desde então, o homem ganhou um corpo inteiro, aprendeu a tocar, sentir prazer, mas também enganar e de tanto se enganar, aprendeu que precisava aprender…

Ficou um sentimento, o mais precioso, o amor.

Boa parte desses novos seres  soube que assim seria cada vez mais difícil para as pessoas se conhecerem, seria difícil permitir o outro intimamente, reencontrar sua alma gêmea….
Lembraram que havia um sentimento que fazia tudo ficar mais bonito, as flores, o céu, os animais, trouxeram da lembrança que a contemplação pelo belo os alegrava sempre…
Chamaram esse sentimento de AMOR, que quer dizer negar a morte…
Procuravam outros que também queriam o mesmo, encontraram AMigos, por que tem a mesma raiz do AMOR, e conseguiram reencontrar suas AlMas gêmeas, uma grande alegria as uniu e chamaram Paixão, por que era amor e alma unidas em liberdade, e com elas faziam AMOR, tinham prazer, trocavam prazer, por que tinham aprendido AMAR antes desse encontro…

O outros que só queriam tocar, materializar, cuidar do que é físico, chamaram esse sentimento também de amor , e o encontro entre almas se fazia pelo interesse em ganhar, fizeram parcerias, se organizam entre grupos de interesses individuais, são os colegas, alguns de cólera. Buscavam pretensamente suas almas gêmeas, mas sem nenhuma vontade de encontrar, não se queria dividir, quando encontravam alguém se animavam, vinha um furor, chamaram de paixão e só queimava, disseram que uma era da outra, tinham posse uma pela outra, criaram o seu próprio prazer e chamaram de sexo, que é bom, mas que parece que falta algo. Fica meio incompleto….

Hoje a gente poderia chamar de AMOR de verdade, o AMOR Espiritual, e o amor, de amor físico, a diferença?
O AMOR encontra sede no Universo, na natureza, já o amor, só no homem ou na mulher, mas se esse amor vier do Amor…Sinta-se abençoado.

Não existe família perfeita, mas a formada no AMOR é feliz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: