Homem com Medo do Próprio Passado

 

“Namoro há um tempão, já faz uns 4 anos, exceto por dois pequenos intervalos de tempo (semanas) que brigamos e ficamos terminados. Pois bem, a minha namorada é maravilhosa, mas quando terminamos, eu conheci e transei com duas outras garotas.
Uma infelizmente é a melhor amiga dela, e eu já me arrependo muito de ter feito isso, e outra ela nem conhece direito. Faz pouco tempo que reatamos, e a minha namorada diz que agora quer uma relação limpa e honesta, quer sumir com todos os fantasmas do passado, que ela vai entender. 
O meu medo é:
1. Se eu contar de verdade tudo, ela vai ficar muito chateada, porque a amiga dela é amiga dela até hoje. a menina já me bloqueou no facebook, não fala mais comigo, ela estava um pouco apaixonada também, mas terminei com essa amiga porque pra mim foi só uma noite de sexo mesmo. Ela disse que nunca contaria nada e se eu contar eu fico com medo de perder a minha linda.
2. Se eu não contar a verdade, será que esse fantasma do passado vai continuar a assombrar? Será que um dia essa história vem à tona e eu vou me ferrar? Será que eu vou me sentir culpado para sempre?
Eu gosto muito da minha namorada, ela é foda, e eu quero muito fazer esse relacionamento continuar daqui pra frente muito bem e saudável.” 

Olá Arrependido,
 
Não posso me furtar: “Mui amiga essa hein”, nem bem o defunto esfriou e ela cedeu aos seus encantos? Deixa isso para lá, é problema da amiga.
 
Entende Sr. Arrependido, o fato de você ter saído com outras pessoas nesse intermédio da separação não te faz um culpado perpétuo. Realmente é coisa da sua cabeça.
Sua canalhice é só sua, e pelo teu relato, sua namorada quer começar do zero, limpar o que viveram, deixar no passado. Pessoalmente acho muito difícil, não somos preparados para viver assim tão intensamente o presente, mas é a proposta, o acordo que ela fez e parece que você topou.
 
Se um dia ela descobrir, e digo se ela DESCOBRIR, aí vocês estão voltando ao passado, isso com certeza vai magoá-la e você decide como vai assumir isso.
 
Agora abrir o jogo nessa altura do campeonato é ir de encontro a mais essa mágoa.
 
Realmente será só mais uma mágoa, você terá “desculpas verdadeiras” ao dizer que não estavam juntos, mas em nada irá mudar.
 
Realmente acredito que essas transas te fizeram mais mal do que bem. O que deveria ser um motivo de prazer, um encontro casual, sexo e só, se torna uma tormenta que te abala: Culpa!
 
E te pergunto: Por que você se sente tão culpado?
 
Já te respondo: Imaturidade meu amigo, ou por não ter decidido o que ia fazer, e fez só pelo impulso juvenil, adolescente e se culpa por ter feito sexo sem amor, ou por não conseguir lidar
com as dualidades da vida, de saber que ao escolhermos algo excluímos outros – Não dá para ter tudo.
O que fazer? Se redima, clame por sua redenção e conviva com sua história, mas faça com que isso vire história e não um crime de guerra. Assuma seus atos e siga em frente.
No demais: Cuide bem do seu amor, seja quem for, mas seja honesto consigo mesmo!


Fique Bem!

Alexandre Santucci
Envie suas perguntas para  SeR no Divã (sernodiva@gmail.com)
Sigilo: seu nome não será publicado.
Publicado no SeR em 22 de Março de 2012 18:19

Publicado por Alexandre Santucci

Escrevo, comunico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.