Pessoas não Mudam, se Revelam

“Não existem dois caminhos
numa mesma pessoa”

 

”A família dele não nos deixa viver em paz.
Estou casada há dois anos, e meu marido quando solteiro era do tipo daqueles que carregam a família nas costas principalmente a mãe e a irmã que ficou grávida achando que iria viver de pensão do filho para não precisar de trabalhar, enfim ela da muito trabalho para os pais que já perderam totalmente o controle sobre ela.
O que acontece é que a família dele não percebe que hoje ele é um homem casado e que não carrega mais eles nas costas, eu estou ficando quase louca porque a irmã dele faz coisas erradas e a mãe dele fica ligando toda hora pedindo para que ele a ajude a dar jeito na irmã, quando não é a mãe fazendo chantagem chorando no telefone é a própria irmã pedindo que resolva os problemas dela.

Eu já tentei conversar com meu marido expressando o meu ponto de vista diante da situação e tentando ajudá-lo a entender que ele não tem que resolver problema nenhum da irmã, o problema é que ele não admite as coisas erradas que ela faz, esta sempre defendendo ela e a mãe, eu já pensei ate em me separar dele porque não estou aquentando mais essa situação, e ficar conivente com as coisas erradas eu já disse a ele que não vou.
O que eu faço preciso de um conselho uma ajuda.
Obrigada.”
 
Lembra que você se casou com um homem que era solteiro? 
E que antes de se casarem ela já tinha uma vida, assim como você?
 
O que te faz pensar que as pessoas mudam só por que mudaram de estado civil?
 
Seu marido, como você bem disse, já estava vivendo essa neurose familiar antes de você chegar e sinto, mas ele não vai mudar pelo seu apelo e sim por um apelo interno.
 
Entendo suas considerações, são verdadeiras e dignas, mas são suas. Talvez racionalmente ela saiba que você tem razão, mas não é uma questão racional, é maior que isso e ele parece que não controla.
 
Minha dica é que você use essa sua experiência a seu favor e comece a praticar que ninguém tem o direito de interferir em sua vida, simplesmente seja senhora das suas ações e assim as pessoas só interferirão se você PERMITIR, se você der o DIREITO
Dessa forma sabemos o que queremos e aonde não há espaço para coisas que nos desagradam.
 
O que posso dizer sobre essa situação é que se você ama muito seu marido, se essa relação vale a pena, não interfira mais. Deixe seu marido enlouquecer sozinho, infelizmente ele não está te dando esse espaço para que vocês decidam juntos e muito menos considera sua opinião (você já falou o que pensa) e ninguém muda com palavras, mas com atitudes.
 
As pessoas não mudam, se revelam. Se tiver esse recurso dentro dele, com certeza um dia ele mudará essa atitude.
 
Fique Bem!
 
Alexandre Santucci
Envie suas perguntas para  SeR no Divã (sernodiva@gmail.com), seu nome não será publicado.
Publicado no SeR em 13 de Setembro de 2010 20:22

 

Publicado por Alexandre Santucci

Escrevo, comunico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.