Ele Chama a Ex de MEU AMOR. O que Esperar dessa Relação?

 

 “Não sei mas a quem recorrer nem o que pensar, para mim cada dia que se passa fica mais difícil. Entrei em um relacionamento faz uns 06 (seis) meses, só que acontece o seguinte o meu atual namorado de 37 anos foi casado por 08 anos e esta separado fazem 04 anos, não tem filhos, mas mantém contato com sua ex mulher até hoje e todos os dias. Ela liga para ele todos os dias seja para dar Bom Dia ou Boa Tarde ou Boa Noite, quando eu digo todos são TODOS mesmo. Ele jura que só existe amizade, mas eu não consigo entender, pois nem eu falo com minha melhor amiga TODOS os dias.

No ultimo fim de semana estávamos numa boa mas é ela ligar para acabar meu sossego, não consigo disfarçar o tanto que me incomodo com as ligações dela, até mesmo porque nessa ultima ligação eu ouvi ela chamando ele de “MEU AMOR” diversas vezes.Ele fala que é o modo carinhoso que ela chama ele e que sempre foi assim, e que não vai ser agora que isso vai mudar, falou ainda que ela é a única amiga que ele tem que se preocupa de verdade com ele.Enfim estou a beira de ter um colapso e ele simplesmente ri da minha cara quando me estresso por causa dessa história e diz que não pode fazer nada e que isso é loucura minha, pois ele a conhece há quase 20 anos e não vai ser por minha causa que ele vai romper o contato com ela e que vai continuar atendendo ela sempre que ela ligar.Por favor me ajudem, será que estou errada em sentir esse ciúme?”
Caríssima amor do amor da ex,
Sua historia me fez lembrar um bordão – “Que Situação!!!!!” – mas vamos lá.
De cara ouvindo sua historia, poderíamos disparar “Larga desse cara”, porém tem algumas coisas no seu relato que me chama atenção. Seu namorado declara que ela é amiga dele e ele não te esconde esse relacionamento, além disso, me parece que ele a atende na sua frente (não sai da cena para atendê-la), o que demonstra ser, aparentemente, verdade. No entanto, acredito que ele não esteja conduzindo bem, possivelmente por você ser muito paciente, respeitosa e carinhosa com ele, o que é muito bom, nobre, educado e principalmente civilizado e correto.
O que posso te aconselhar, se você acreditar que é uma relação que vale a pena, converse com seu namorado sobre essa relação de amizade que, a meu ver, é mais intensa que o normal. Uma relação de amizade é sempre bacana, mas nem sempre precisa ser tão intensa ainda mais se tratando de homem e mulher.
Diga a ele para dosar, aconselhe ele a não atender todas as chamadas, até que a frequência comece a espaçar mais, até ficar dentro de uma normalidade aceitável. Os amigos quando estão namorando, ou casados se falam, mesmo que sejam muito próximos, sabe amigos de longa data, mas se falam uma ou duas vezes por semana. Isso é mais racional.
O ideal nessa situação é não fazer barraco, nem se incomodar, se ela estava fazendo isso para te provocar (está conseguindo), então procure ser mais inteligente, afinal é com você que ele está. Sei que não é uma tarefa fácil, mas não toque mais nesse assunto, não queira saber se ela ligou ou não. Se você não se aguentar e perguntar simplesmente pare na resposta dele, mude de assunto – Não valorize esse ato, a mesma coisa vale quando ele te contar (simplesmente acene positivamente, dizendo algo como obrigado por confiar em me contar e ponto!).
Caso aconteça na sua frente, tente sair de cena quando estiverem se falando, afaste-se do ciúmes (ele nunca nos ajuda em nada, a não ser em relações neuróticas, que ficam piores), quando ele voltar faça qualquer outra coisa, também não faça cenas de amor, agarrando, beijando (como quem diz você é meu).
Comece a exercitar o que chamamos em Psicologia de reforço negativo. Simplesmente ignore o que aconteceu, e não merece prêmios, portanto vá fazer outra coisa e continue o que está fazendo, sem frieza, apenas tirando o tema da cena, esvaziando o fato. Dessa forma vai perder a graça e ele não terá mais nenhum motivo para rir do que você sente.
Mas, relembrando, faça isso se o conjunto da obra vale a pena, se para você vale estar com ele, senão procure alguém que não te traga dissabores, lembre-se relacionamento é bem comum, parceria, RESPEITO, DOIS juntos se desenvolvendo, se RELACIONANDO para o BEMestar dos DOIS.
 
Abraços e Fique em PAZ!
 
Alexandre Santucci
Psicólogo
Envie suas perguntas para  SeR no Divã (sernodiva@gmail.com), seu nome não será publicado.
Publicado no SeR em 18 de Julho de 2010 23:11

 

Publicado por Alexandre Santucci

Escrevo, comunico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.