Como Reagir ao Pé na Bunda

 

“Namorei durante 1 ano e meio uma menina 11 anos mais nova do que eu, tenho 29 e ela vai fazer 18 agora. No começo fiquei meio com medo de namorar uma menina tão nova, mas o coração falou mais alto e mesmo sabendo que um dia ela poderia querer aproveitar a vida e blablabla resolvi seguir o que o coração falava.
Sempre a tratei muito bem, fazia o que ela queria, amei demais, ainda amo muito. Mas, durante 3 semanas ela ficou estranha, parecia não gostar mais

da minha companhia.

Quando ela disse que precisava conversar eu já imaginava o pior, ela disse pra mim que não entendia porque deixou de me amar, já que eu sempre a tratei muito bem, sempre a amei, sempre estive com ela, ela disse que simplesmente deixou de amar, que não queria me enganar e era melhor agente terminar.
Na primeira semana eu não sabia o que estava sentindo, não era sofrimento, nem alegria, acho que a ficha não tinha caído.. Chegou o fim de semana e eu já comecei sentir, conversei com ela, chorei, mas ela não queria voltar atrás.
Faço academia no mesmo horário que ela, agente se vê todos os dias, ainda espero ela pra ir embora, estou mostrando meu lado fraco pra ela, desabafo, fico com raiva, desconto nela. Ela disse que eu só estou fazendo me distanciar ainda mais dela, pois não consigo aceitar.
Uma vez eu disse pra ela que eu vejo que ela não sente nem mais 1% de amor, e ela me respondeu que se sentisse 0,01% ainda estaria comigo, foi uma facada! Estou me sentindo um otário, ela me falando isso e eu ainda fico atrás dela, querendo voltar..
Apesar da idade não sou um cara experiente, namorei uma vez durante 4 anos, eu terminei, pra mim foi um alivio, não senti coisa nenhuma por ter terminado, mas dessa vez foi muito diferente.
Hoje, depois de 1 mês ainda estou muito mal, saio com os amigos mas não consigo ver graça em nada, não passo 1 minuto da minha vida sem pensar nela, acordo cedo pensando nisso e não consigo mais dormir.
Já tive muitos conselhos de amigos, mas a dor não passa, continuo indo atrás dela…
Estou pensando em mudar meu horário para não encontra-la, mas ao mesmo tempo não quero fazer isso, pois eu quero vê-la! “
Oh, cara, acorda!
Se liga meu irmão, primeiro que você demorou para trocar esse horário da Academia…
Segunda, baixa auto estima a gente encara, você tomou um choque, mas o pé que acaricia nosso traseiro também nos manda andar, ir adiante.
E é isso mesmo a FILA ANDA, quem perdeu foi ela e quando ela perceber isso você estará vivendo sua vida com alguém que lhe dê valor.
Essa é uma dor que temos que passar e o caminho é tira-la realmente de sua vida. Repita para você mesmo: Acabou!
Os primeiros dias são realmente estranhos, por isso vá eliminando os vestígios da “falecida” (é popular, mas em psicologia realmente chamamos isso de LUTO, temos que enterrar esse morto emocional) dia-a-dia até terminar tudo o que for concreto, você vai perceber que o quanto antes você fizer isso mais cedo você estará LIBERTO.
Todos nós passamos por uma rejeição na vida, eu já passei, e o melhor disso é que saímos mais fortes. Aprendi que se não me amar muito, não for forte não conseguirei viver integralmente um relacionamento, então encare isso como um presente de DEUS. Ele te dá provas que pode suportar para ficar cada vez melhor e aceitar que você é um vencedor em todas as áreas da sua vida, inclusive na parte sentimental.
Te dou um conselho, viva essa período sem querer buscar ninguém, cure bem essa ferida, mas saia e se divirta, encontre prazer nos amigos, encontre alegria em seus programas (andar ao ar livre, em parques ou caminhadas costuma fazer muito bem, é como se a natureza preenchesse alguns vazios). Viva sem moderação! E quando estiver tranqüilo de novo, encontre alguém que seja compatível com você, sabe como descobrimos isso: TUDO É FÁCIL, não tem mistérios, nem MEDOS, nem contra tempos, tudo é simples e fácil.
Torço por você!
  

Alexandre Santucci,
Psicólogo

Envie suas perguntas para  SeR no divã (sernodiva@gmail.com), seu nome não será publicado.

Publicado no SeR em 22 de Novembro de 2009 22:15

Publicado por Alexandre Santucci

Escrevo, comunico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.