Ciúmes ou Insegurança?

“Sou casada há 22 anos, sempre vivi bem com meu marido, com briguinhas e sexo de vez em quando. Como ele trabalhava à noite, dormia de dia, não tínhamos como fazer amor, e a coisa foi virando rotina, eu me acostumei, ele se acostumou a ficar sem sexo por até um mês. Até que ele voltou a trabalhar no horário normal, um belo dia estávamos bebendo e conversando, quando ele comenta que antes de me namorar ele foi a uma boate(zona mesmo) até aí eu sabia, mas o que eu não sabia é que ele ficou fascinado por uma loirona de olhos verdes, detalhe (eu sou loira de olhos verdes),mas que ele não pode “pegá-la” porque o cachê dela era o salário dele todinho, e outro já estava tratando com ela. Enfim fiquei morrendo de ciúmes de saber dessa história,

eu nunca quis saber das experiências sexuais dele, até porque eu achava que nós dois tínhamos perdido a virgindade juntos. Naquela noite fiquei de bico com ele, mas lá pelas tantas eu comecei a fazer uns carinhos e fizemos um amor delicioso, quase um sexo violento, mas muito gostoso. Tanto é que ele disse que ia sempre me fazer ciúmes para ter uma noitada daquelas de novo. Depois daquela noite, fazemos amor todo dia, muitas vezes pela manhã e de noite também. Estou no paraíso e no inferno ao mesmo tempo. Paraíso porque estou me realizando, fazemos amor com muito prazer, com direito a bolinhas de óleo, óleos vaginais, óleos comestíveis, calcinhas bem eróticas, enfim estamos muito bem. O meu inferno é uma fulana que trabalha com ele, que faz quase o mesmo caminho, pediu uma carona e ele não negou.
Quando penso ele parando o carro para a 
talzinha entrar eu quase morro, meu coração dá uns pulos, fico com o peito apertado, choro muito. Ele disse que não tem nada haver, que ela é noiva vai casar daqui a dois meses, é evangélica, quero que ELA vá para o inferno. Meu marido diz que é para não deixar isso virar doença. Acho que já é uma doença. Ontem a fulana ligou a cobrar para o celular do meu marido para avisar que ia se atrasar. Eu chorei muito, e hoje eu o intimei e disse para inventar uma desculpa qualquer para não dar mais carona. Até agora ele não me disse nada se falou ou não, mas eu peguei o numero do celular dela e se ele não falar com ela hoje que é sexta feira, até domingo eu ligo e vou ter uma conversinha com a tal.
Isso tá acabando comigo. Pode uma coisa dessas?
Depois de anos de casada 
descobri que amo meu marido de paixão e que sou muito ciumenta.”
 
Caríssima, é muito importante conversas francas no casamento, principalmente num de 22 anos; no entanto, parece que o efeito dessa revelação de seu marido disparou um mecanismo ligado a sua auto-estima. Analisando seu relato parece que ao te contar de uma outra mulher, o que te reavivou é sua imagem e agora o instinto de rivalidade de comparação, de competição. Entendo que possa até parecer algo comum para as mulheres, mas não é uma atitude de sabedoria. A melhor resposta vocês estão dando, que é serem felizes em seu casamento.
Porém, veja bem o que acendeu essa chama, abriu a porta para algo indesejado. A lição desse episódio nos mostra que algo que não é legal para os dois não pode ser combustível para o bem comum. A experiência de seu marido te causou insegurança e na sua fuga você correu para ele, como se instintivamente sua resposta fosse:”não quero te perder” ou “você é meu e ninguém tira”, de uma certa maneira vocês desequilibraram seu relacionamento, ele sente que te deve e você está insegura.
Vocês podem se amar loucamente sem que a culpa e a insegurança permeiem essa relação. Não é paixão, é amor, e não é ciúmes, é segurança.
Converse com seu marido, estabeleçam a segurança, o respeito e o carinho, se perdoem e decidam ser felizes pelo amor um do outro e você verá que esse ciúme se esvaziará.

Alexandre Santucci,
Psicólogo

Envie suas perguntas para  SeR no divã (sernodiva@gmail.com), seu nome não será publicado.

publicado no SeR em 04 de Outubro de 2009 22:03

Publicado por Alexandre Santucci

Escrevo, comunico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.