Ser ou Não Ser!

 

William Shakespeare, o Bardo, nasceu, cresceu, viveu intensamente e morreu, sua obra não!
Desde a sua mais tenra memória já se envolvia com a literatura, artes, reflexões e sonhos, transformados em versos, prosas, textos para serem encenados, praticados, aprendidos e degustados!
Realmente é uma obra impressionante e se tivesse que escolher algo que represente não fugiria, iria para o célebre monólogo, que todo ator ousa por vontade ou por chacota, mas todo ator tem na cabeça a cena 1 do ato III de Hamlet:
Ser ou não ser, é muito mais que um discurso dramatúrgico, é uma proposta um convite, ao homem e a mulher, um convite atemporal: se acovardar e viver com o velho, porém conhecido ou renascer e encarar o novo, o convite a saber de que lado estará.
É e sempre foi necessário termos os dois lados, de um aqueles que vão e trazem o novo para aqueles que recebem e aprendem!
Escolha seu lado para o SER, mas escolha!

Publicado por Alexandre Santucci

Escrevo, comunico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.