"Entre Vistas" Acid Girl

Ela é mineira, está na flor da idade, linda, mas é casada – suas opiniões são rápidas, certeiras. Ela é Acid Girl, a Garota Ácida!

Começou escrevendo sobre a vida e os relacionamentos do cotidiano, fez tanto sucesso que passou a gravar em vídeo suas opiniões. O convite era para ficar dentro do site Testosterona, mas ficou grande e ganhou seu próprio endereço (acidezfeminina.com.br). O curioso é que o pseudônimo “Acid Girl”  foi criado para não expor, nem confundir sua criadora: Tatiane Ferreira, acabou funcionando muito bem, tanto que seu canal é um dos maiores sucessos no Youtube com mais 15 milhões de views e hoje ela diz que se soubesse nem usaria o codinome . 

em seu twitter:
“Até eu poso na Playboy
se eles me pagarem 15 milhões.
E faço quantas cirurgias
eles quiserem pra consertar
essa muxibeira q chamo de corpo”

Já esteve muito na mídia (até na Playboy – calma foi como Acid Girl em um matéria sobre “tapinhas” – foto ao lado).
Apesar do sucesso ela não se vê brilhando nas telinhas como atriz, o que seria maravilhoso poder ver sua genialidade e rapidez de raciocínio dentro dos programas de humor que andam tão carentes dessas virtudes.

 

Acompanhe a seguir nossa “entre vista” onde ela coloca sua versatilidade, emoções e distingue a pessoa da personagem:


1) Você que é de Araxá, mas até onde sabemos vive em Uberlândia, atribui de alguma forma essa franqueza e sinceridade nos vídeos, por conta de um jeito peculiar de ver a vida em sua origem?

Acredito que seja mais resultado da minha personalidade do que da minha origem, é lógico que a maneira como fui criada, as experiências que vivi, as pessoas com as quais convivi e convivo, tem grande influência no como eu me porto, mas sem essa personalidade aberta, espontânea, esse jeito meio moleque e racional de ver as situações não teria tanta facilidade para opinar e dissertar com tanta franqueza e sinceridade.

2) O que você mais se utiliza, culturalmente, algo que é peculiar em suas raízes e que talvez as pessoas possam estranhar (além do sotaque), mas que contribui muito para a Acid Girl?

Bom, acredito que algo cultural, procedente de pré julgamentos, que causaria maior espanto nas pessoas, relacionado as coisas que falo e o modo como falo são fatos como: eu ser casada há algum tempo, ter tido poucos parceiros sexuais, ter perdido a virgindade apenas aos 17 anos e ter me casado com meu segundo namorado. Algumas pessoas tem uma impressão totalmente contrária a minha história de vida.

3) Como você busca os assuntos? Os leitores propõe temas? E hoje com tantos temas publicados é preciso pesquisar, digo cientificamente?

Na maioria das vezes é relacionado a alguma conversa, ou alguma situação pela qual meus amigos estão passando, exceto essas vezes, são assuntos indicados pelos leitores via email ou twitter, alguma reportagem que vi, algum assunto atual,etc. Quanto a pesquisa cientifica, nunca aconteceu de eu ter pesquisado algo profundamente antes de fazer o vídeo, até porque a minha intenção é manter a coisa num patamar de senso comum, até porque o que eu faço é entretenimento através de opinião pessoal e não tcc ou tese cientifica.

4) Em uma de suas entrevistas você diz que sua atividade lhe rende muitos frutos comerciais, como publicidade. Você tem feito que tipo de publicidade?

Atualmente faço publicidade em forma de texto, imagem e banners no blog Acidez Feminina e nas redes sociais. Também faço anúncios em forma de vídeo no canal Acidez Feminina no youtube e já fiz publicidade para marcas em forma de comercial em vídeo, neste caso apenas há o uso da minha imagem, sem utilizar meus meios de divulgação.

5) Essa exposição te coloca muito perto de TVs, da carreira de atriz. Existem planos nesse sentido?

Não. A ultima coisa que sou capaz de ser é atriz, tudo isso tem dado certo pra mim porque é uma coisa autentica, a Acid Girl tem muito da Tatiane, a diferença é que pra Acid não existe meio termo. A Acid é mais ácida mesmo, por mais redundante que isso soe. Não sei se seria capaz de criar um personagem e atuar.

6) Para finalizar, você decidiu quando iniciou usar o pseudônimo de Acid Girl, mas recentemente sua “verdadeira identidade” foi revelada.
Teve uma fantasia de heroína, do tipo: qual a verdadeira id da Acid Girl?  Como foi conviver com essa história? E agora?

Bom, se eu soubesse que a Acid Girl iria dar tão certo não teria escolhido este pseudônimo, que chega a ser até meio bizarro, mas às vezes acredito que foi o fato do pseudônimo ser um tanto quanto peculiar que ajudou a Acid a crescer. Eu passei muito tempo escondendo quem era a pessoa por trás da Acid Girl, quando resolvemos revelar houve uma dúvida muito grande em relação à aceitação daquele público que já acompanhava, mas a revelação só fez tornar o personagem mais conhecido, eu ainda mantenho em segredo várias características da pessoa por trás da Acid, muita gente ainda não sabe meu nome real, por exemplo, e acho isso muito saudável, pois o pessoal tende a se identificar com a personagem e criar vínculos e isso facilita para as pessoas saberem que a Acid Girl, apesar de ser parecida comigo, é uma personagem, a Acid Girl segue o mesmo caminho da minha pessoa e amadurece juntamente comigo, mas ainda existe uma distancia entre as duas.
Eu por exemplo prefiro não ficar palpitando na vida pessoal dos meus conhecidos, também não trato os assuntos como se não houvesse um segundo ponto de vista e também tento não ser a dona da razão, enquanto as principais características da Acid são ser invasiva, dar conselhos a leitores, tratar dos assuntos como se só ela soubesse como agir e ser intolerante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: