Queijos, uma nova paixão!

Fol Epi (França) – Lançado em 1989 pela francesa Fromageries Perreault, do Grupo Bongrain, é um queijo exótico, elaborado na tradicional região francesa de Chateau-Gontier (integrada pela Normandia, pela Bretanha e pelo Vale do Loire, no oeste do país). Produzido com leite integral de vaca, ultra fresco e adicionado de fermentos láticos exclusivos que lhe propiciam uma apresentação com olhaduras. Sabor suave e textura macia, oleosa, com gosto de fruta, ligeiramente doce. Seu aspecto representa o pão da Champanhe, tem massa marfim untuosa e flexível. Como os queijos suíços, apresenta bolhas resultantes das reações químicas que ocorrem pela ação de bactérias lácticas em seus três meses de maturação e o termo Fol Epi (trigo selvagem) evoca as festas da colheita, onde os camponeses retiravam do solo o trigo maduro e dourado. É também chamado de emmenthal ou gruyère franceses. O Fol Epi é bom como aperitivo ou para servir antes da sobremesa. Mas fica ótimo também em sanduíches, fondues, quiches, omeletes, tortas, saladas, gratinados e risotos.
Wapi (Argentina) – Queijo argentino, da província de San Juan, em plena cordilheira dos Andes, onde o clima da região da cordilheira e suas ótimas qualidades para o pastoreio do gado caprino.

Esse queijo feito a partir de leite de cabra, prima por seu sabor suave e muito agradável. Massa semi-mole e sem olhaduras, parece derreter na boca. Encontramos: ao natural ou com orégano ou ervas finas.

Brie (França) – Mais de 1000 anos atrás, brie foi o membro fundador da família francesa do queijo macio e que agora inclui Camembert, Brie e Coulommiers.

Originados na região de Brie, na França e feito com leite de vaca , o queijo brie apresenta a crosta, formada por um manto branco de aspecto aveludado e comestível, sua textura é macia e a massa interna, derrete na boca.É perfeito para ser utilizado em receitas, mas sozinho ele é sem igual. Muito apreciado em degustações com vinhos o brie sobrassai seu sabor acompanhado de um branco da Borgonha ou um sauvignon blanc chileno.

Publicado por Alexandre Santucci

Escrevo, comunico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.